O Bispo

 Confira a Agenda do bispo

Residência Episcopal
Endereço:
Rua Ayrton Sena, 30
Bairro Santa Cruz – Cx. Postal 02
CEP 46140-000 – Livramento de Nossa Senhora – Bahia

E-mail:
armandobucciol3@gmail.com


BIOGRAFIA
José Armando Bucciol nasceu em Villanova de Motta de Livenza (Província de Treviso – Itália), aos 03 de julho de 1946, filho de Antônio Bucciol e de Antônia Roselen.
Em 1960, entrou no Seminário diocesano de Vittorio Veneto, onde cursou o 2º grau, Filosofia e Teologia. Seu bispo era Dom Albino Luciani, o futuro papa João Paulo I. Foi ordenado sacerdote aos 12 de setembro de 1971, na Diocese de Vittorio Veneto.
Depois da ordenação, cursou Teologia Pastoral e especializou-se como professor de Ensino Religioso em Perdenone (1973-1975). De 1977 a 1979 estudou Liturgia Pastoral, no Mosteiro Beneditino Santa Justina, em Pádua.
Fez o curso de Doutorado na faculdade de Santo Anselmo, em Roma (1979-1980), e, em Pádua, concluiu (1982) com a licenciatura (1993) Doutorado em Sagrada Teologia, com especialização em Liturgia Pastoral. Participou do curso de preparação para missionário no CUM em Verona (Itália) e de inculturação no CENFI, em Brasília.

Serviços Eclesiais
Pe. Armando foi coadjutor na paróquia de Serravalle, em Vittorio Veneto (1971 a 1978); professor de Ensino Religioso por 16 anos;
Por 11 anos, além dos serviços pastorais nas paróquias de Farra de Soligo (1978-1980), Barbisano e Soligo (1980-1991), trabalhou junto a pessoas com problemas especiais (alcoólatras, drogados, excepcionais físicos, doentes mentais), na Cáritas diocesana, na formação de lideranças e na Pastoral da Juventude;
Em 1991, veio para o Brasil como fidei donum, atuando na Diocese de Caetité. Exerceu seu ministério como: reitor do Seminário São José (1991-2001), vigário das paróquias de Candiba (1991-2004), Riacho de Santana e Matina (1998-1999), Lícinio de Almeida (2002-2004); coordenador de Pastoral (1995-2004); Professor na Escola de Teologia para Leigos;

Sagração e Posse
Em 17 de Abril de 2004 foi Sagrado bispo na cidade de Guanambi, tomou posse na Diocese de Livramento de Nossa Senhora, no dia seguinte. Tem como lema de ordenação: Charitas Christi urget nos! (O amor de Cristo nos impulsiona!);

Atuação junto a CNBB
No dia 11 de maio de 2011 foi eleito Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Litugia da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), e em 2015, reeleito para o serviço até 2019.