DEUS SERÁ A NOSSA VISITA


Hoje fiquei pensando... o coração da gente não pensa, e é verdade! Porém o coração faz a gente pensar. A razão está no nosso cérebro, que pensa, mas é verdade que, às vezes, a razão também prefere ficar no coração. Recordo quando lia um livro de Blaise Pascal em que ele dizia que o coração tem razões que a própria razão desconhece. Deve ser igualzinho como Deus que tem suas razões e nós as desconhecemos. Ele age como quer e quando quer. Não dá pra saber ao certo se Deus age mais com a razão ou com o coração ou se ele age com a razão do coração ou com o coração da razão. Fato é que ele um dia com sua sabedoria nos criou, nos deu a liberdade, nos permitiu pecar e afastar dele... e Ele que nunca se afastou de nós quis nos visitar pessoalmente. 
O Natal, que daqui a pouco vamos celebrar é isso: uma visita de Deus na nossa casa, na nossa família, na nossa vida, através de Jesus de Nazaré. Uma visita gostosa, recheada de muito amor, de muita ternura, muito carinho, e muitos abraços. Mas como toda visita, precisamos arrumar a casa para esperá-lo. Ele não vem para nos reclamar, nem para punir, nem para castigar, nem para nos avaliar. Parece-me que ele vem com um objetivo bem claro: entrar na casa do nosso coração. E se a gente deixá-lo entrar ele vai fazer tanta coisa boa em nossa casa....vai deixá-la mais arrumada, mais bonita, mais iluminada; vai enchê-la de ternura, de alegria, de bastante amor e vai transformar a casa do nosso coração deixando-a mais limpa e mais bonita. Tomara! A visita de Deus vai acontecer, ou já está acontecendo no Natal permanente de nossa vida. O menino Deus tem pressa e quer visitar todo mundo, não quer perder tempo. Certamente depois de realizar sua visita se tornará bastante amigo e  poderá até querer frequentar nossa casa cotidianamente. E se a gente permitir vamos ter que arrumar um cantinho especial só pra Ele. E poderá nunca mais querer ir embora. Mas se não o compreendermos ou não o suportarmos poderemos mandá-lo embora. E ele vai, pobrezinho!! Mas nunca vai esquecer de nós, em nenhum momento e nunca vai deixar de ser nosso amigo, ainda que deixemos de ser o seu. Entrando em nossa vida, nascendo em nós, Jesus o filho de Deus transforma-nos em presépio vivo, santuário do seu amor. Vindo na sua humanidade quer tornar-nos divinos como ele. De costume gostamos de retribuir as visitas com outra visita. Pois é, Jesus visita-nos no Natal da vida para que também o visitemos. Vem morar conosco para morarmos também com ele. Descendo ao nosso coração, qual único lugar onde deseja entrar em nós, penso que ele o transformará para que seja capaz de amar mais e que seja também capaz de pensar (certamente não será uma tarefa fácil fazer o coração pensar para tentar entender o mistério da visita de Deus a nós).
Senhor, Tu que nos visitas, sondas e conheces, ajuda-nos a ter mais coragem para abrir o nosso coração e permitir que Tu faças nele e dele um presépio eterno onde possamos sempre te encontrar, e no AMOR festejar a tua visita presente no presente da nossa vida. E querendo que Tu sejas o nosso maior presente neste Natal também queremos ser o teu presente doando a Ti as nossas vidas. Amém. 
Pe. Nicivaldo de Oliveira Evangelista 
Roma - Itália