CURIOSIDADES SOBRE SÃO JOÃO BATISTA


PRIMO DE JESUS

Celebramos seu nascimento em 24 de junho, alguns meses antes de Jesus, São João Batista é filho de Isabel, prima de Maria, que anunciou a vinda do Messias e foi chamado de precursor do povo judeu.

FOGUEIRA

Segundo a lenda, Maria e Isabel, grávidas ao mesmo tempo, combinaram que a primeira a ter o bebê avisaria a outra acendendo uma fogueira que pudesse ser avistada à distância no deserto da Judéia, onde viviam. Santa Isabel foi a primeira a acender o fogo, quando nasceu João.

PREGADOR E BATISTA

Antes mesmo de Jesus, João Batista já pregava publicamente às margens do Rio Jordão. Ficou conhecido pela prática de purificação através da imersão na água, o batismo, tendo inclusive batizado o próprio Cristo nas águas desse rio, tornando-se, por isso, uma tradição no cristianismo.

MORTE E VENERAÇÃO

São João foi preso a mando do Rei Herodes e levado para uma fortaleza onde foi mantido por dez meses até sua morte. Sua prisão é atribuída à liderança de uma revolução, porém sabe-se que a veemência de sua pregação incomodava os poderosos. Atendendo ao pedido de sua enteada Salomé, o monarca mandou degolá-lo e a sua cabeça foi lhe entregue numa bandeja de prata. Depois foi queimado em uma fogueira numa das festas palaciais de Herodes. Os discípulos de João trataram do suplemento do seu corpo e de anunciar a sua morte ao seu primo Jesus. Onze séculos depois, na Idade Média, o santo se tornou popular quando os cavaleiros hospitalários e templários – guerreiros cristãos que defendiam Jerusalém dos muçulmanos o adotaram como patrono.

FESTEIRO

Ao contrário da imagem descrita pela Bíblia de um homem aparentemente ríspido e severo, tem-se nas festas a sua imagem associada a uma criança meiga e alegre, que adora foguetes, barulho, danças e alegrias.