VOCACIONADA PALOMA NOVAIS


[Paloma iniciou sua caminhada religiosa em Fortaleza e expõe em poucas palavras o que pensa da vocação, das expectativas e motivações para seguir em frente]
É uma caminhada, para toda menina, é uma descoberta. A gente vai descobrindo aos poucos o que Deus está pedindo para gente, por vezes a gente pensa que é, por vezes, a gente pensa que não é, por vezes, a gente pensa que vai dar certo, por vezes a gente pensa que não vai... Mas, assim, nós que somos chamadas, a gente aprende isso, que nós somos chamadas à vida e, esta é a nossa primeira vocação, e a gente vai respondendo com o tempo, com o que a gente vai aprendendo o que Deus realmente quer de nós e vai dando força para gente e seguir com o chamado que ele faz.
Eu procuro não construir nenhum castelo de expectativas para não decepcionar, mas esperamos que seja realmente um momento de perseverança, que tenhamos união para responder juntas a esse chamado.
No fundo acho uma loucura, não sei explicar direito o que motiva, é difícil falar, a gente não pode pegar ou mostrar, a gente mais sente, e pensa que é uma bagunça, mas Deus não faz bagunça e quando a gente vê já tomou coragem, Deus agiu e a gente vê que é obra de Deus.
Para todas sei que é fundamental ter perseverança, pois, descrença, quedas virão, mas com a graça de Deus a verdadeira vocação sempre vem. É isso, perseverança.