.

.

6 de fevereiro de 2016

AGENDA DO BISPO







FEVEREIRO 2016- I

Dia
Horas
Onde
Atividade
06
Manhã
Casa do Bispo
Atendimento
19.30
Paróquia Senhor Bom Jesus -Piatã
S. Missa com posse do Pe. Idérico, novo Pároco
07
15.00
Paróquia Santo Antônio- Paramirim
S. Missa, com posse Pe. Samuel, novo Pároco e apresentação Pe. Weverson, Vigário paroquial
18.00
Paróquia N. Sra. do Carmo-Érico Cardoso
08
07.30
Parque ‘Tio Dedé
S. Missa com RCC
Dia
Confissões e palestra
10
Manhã
Casa do Bispo
Atendimento – Confissões
18.30
Catedral (Salinha Confissões)
Atendimento - Confissões
19.30
Catedral
S. Missa ‘de cinzas’: início Quaresma
11
Tarde
Casa do Bispo
Atendimento
Noite
Casa do Bispo
Encontro grupo
12-14
Centro diocesano
I etapa da Escola de Teologia para Leigos
13
17.30
Catedral
Casamento
14
06.45
Centro diocesano
S. Missa
19.30
Paróquia Senhor do Bonfim – Rio do Pires
S. Missa, com posse Pe. Samuel, novo Pároco e apresentação de Pe. Weverson Vigário paroquial

FESTA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE EM JUSSIAPE



Na última terça-feira, dia 02 de fevereiro, data em que a igreja do mundo inteiro faz memória a festa da apresentação do Senhor ao templo, a paróquia de Jussiape celebra a sua padroeira, Nossa Senhora da Saúde. Organizada pelo Grupo de Oração Terço dos Homens da paróquia a festa aconteceu sob inúmeras homenagens à Maria Santíssima, a Mãe da Saúde. O novenário deu-se início no dia 24 de janeiro com a benção dos carros e motos e, logo após a celebração da missa presidida pelo pe. Gilvânio abrindo então os festejos da padroeira neste ano de 2016.
Durante as nove noites que antecederam a festa, a comunidade matriz recebeu os seus paroquianos, bem como fiéis vindos das paróquias vizinhas, além de Grupo de Oração Terço dos Homens de outras Paróquias que tiveram boa atuação durante todo o novenário. Vários padres presidiram as demais novenas, dentre eles, Fábio (Novo Horizonte), Adailton (Rio de Contas), Marcelo (Abaíra), Renato (Boninal), Samuel (Piatã) e o seminarista Gean da paróquia de Érico Cardoso.
A santa missa marcou a véspera da festa, que contou ainda com a coroação da imagem de Nossa Senhora, deixando os fiéis que ali estavam emocionados com a ocasião.
No dia festivo, os fiéis das comunidades rurais e da sede, bem como de outras paróquias, se concentraram em frente à matriz e participaram com fervor da santa missa em honra de Maria santíssima. Presidiu a Solenidade Eucarística o Pe. Marcelo, concelebrando os padres, Gilvânio, Renato, Idérico e Samuel. 
Após a missa, uma multidão acompanhou a procissão que percorreu as principais ruas da cidade que chegando à igreja matriz, presenciou os agradecimentos e entrega da bandeira à nova comissão de festa.

Pascom do Vicariato Nossa Senhora do Livramento
Colaboração: Soraia Amorim Assunção, Jussiape

4 de fevereiro de 2016

No último domingo (31), o Padre Idérico Santana Pinto, após alguns anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo de Érico Cardoso, presidiu, na Sede, a sua última Celebração Eucarística como pároco dessa paróquia. No próximo domingo, ele assumirá a paróquia do Senhor Bom Jesus de Piatã. Na ocasião, um grande número de fiéis, emocionados e agradecidos, despediu-se do Padre Idérico.

A respeito dele, o seminarista Gean, da mesma paróquia de Érico Cardoso, expressou: “O Pe. Idérico foi um bom Pastor, um amigo e um servidor da Igreja, que não mediu esforços para ajudar o povo de Deus a crescer na Fé e no compromisso; ele colaborou também para a reforma da Matriz, que hoje é orgulho de todos os filhos da terra”. E conclui, ressaltando a importância e o apoio do Padre Idérico em sua caminhada vocacional: “Obrigado Padre, o povo desta terra nunca lhe esquecerá, muitíssimo obrigado e que Deus lhe abençoe!”. Veja mais fotos!



2 de fevereiro de 2016

FESTA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE EM ABAÍRA


A Igreja de Deus presente nas terras de Abaíra, no último 02 de fevereiro, celebrou sua padroeira, Nossa Senhora da Saúde. O dia festivo foi precedido do novenário no qual, dentro do projeto jubilar diocesano, refletiu-se sobre a misericórdia de Deus manifesta, sobretudo, na pessoa de Jesus Cristo, Palavra encarnada.
Os fiéis provenientes das comunidades e da sede, bem como de outras paróquias, lotaram a praça da matriz com sentimento de fé e devoção, motivados pelo louvor a Deus na pessoa de Maria, serva fiel e exemplar.
Presidiu a Solenidade Eucarística o Pe. Samuel Neves, concelebrando os padres Marcelo, Gilvânio, Renato e Idérico.  Pe. Samuel, até aqui responsável pelo Vicariato do Rosário, foi saudado com a gratidão de todos pelo esmerado serviço pastoral que prestou nos últimos anos, nesta ocasião em que será transferido ao Vicariato do Carmo. Do Carmo vêm o Pe. Idérico, que assumirá a Paróquia em Piatã, e que foi saudado com sentimento de alegre acolhida.
O dia festivo foi encerrado com a Procissão pelas praças, avenidas e ruas da cidade, em um cortejo em que o sentimento de profunda alegria se fez sentir.

1 de fevereiro de 2016

CATEDRAL: APRESENTAÇÃO DO NOVO CPP

      Neste domingo, 31, às 9:00h, na Catedral, em Celebração Eucarística do 4º Domingo Comum, aconteceu a apresentação do novo conselho pastoral paroquial da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento
      O Padre Ademário, logo após a Assembleia Paroquial, começou a visitar e a se reunir com as comunidades, pastorais e movimentos com o objetivo de constituir os representantes do novo CPP. Os coordenadores/vices/tesoureiros assinaram o termo de voluntariado, conforme a proposta da Diocese, assumindo o trabalho pastoral no período de 2016 a 2019. Terminada a Celebração, foi servido o almoço no Centro Diocesano.

REABERTURA DA CASA DE FORMAÇÃO DOM HÉLIO PASCHOAL

      No dia 29 de janeiro, realizou-se a reabertura da Casa de Formação Dom Hélio Paschoal, espaço dedicado à formação dos seminaristas da Diocese de Livramento de Nossa Senhora. A abertura oficializou-se com a celebração eucarística presidida pelo Pe. Gilberto.
      A Casa Dom Hélio Paschoal fica situada no Bairro da Graça, em Belo Horizonte, próximo ao Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu. Compõem a comunidade sete seminaristas da etapa teológica: Pablo, Max, Alisson, Marcos, Júlio, Adriano e Jandir. Essa nova experiência contará com o acompanhamento do formador diocesano, Pe. Gilberto, do Pe. Áureo, do clero da Arquidiocese de Belo Horizonte, e da Ir. Margarida.

      Expressamos profunda gratidão a D. Walmor, Pe. Áureo e Ir. Margarida pela acolhida e pelo esmero na preparação do espaço e convidamos todos os irmãos da diocese a se unirem a nós pelas orações, a fim de que essa nova experiência na formação presbiteral seja muito frutuosa.

30 de janeiro de 2016

NOVO CPP EM PIATÃ


A Paróquia do Senhor Bom Jesus de Piatã realizou no dia 24 de janeiro, domingo, o 1° encontro do novo Conselho de Pastoral Paroquial. As coordenações das pastorais, movimentos, grupos e a diretoria de cada comunidade marcaram presença neste momento importante da caminhada da Paróquia. Dom Armando falou sobre a motivação que deve acompanhar a todos, no espírito de serviço a Deus e aos irmãos na Igreja. Destacou a proposta da diocese para o 2° ano do projeto "A caminho do Jubileu", com a reflexão sobre a pessoa do Filho - Jesus Cristo, enfatizando a dimensão da Liturgia. Apresentou o Pe. Idérico, que, a partir do dia 06 de fevereiro, será o Pároco. Esse agradeceu pela acolhida e demonstrou a sua satisfação em poder assumir essa missão com o povo de Deus.
No encontro, foi dada a posse às diretorias das comunidades e feita a escolha da diretoria do CPP, da Comissão Administrativo-Financeira, bem como dos representantes do CPD.

Pe. Samuel conduziu o encontro e agradeceu a todos pelo compromisso  assumido. Desejou à paróquia uma boa caminhada e fez a sua despedida após estes 6 anos à frente da comunidade paroquial de Piatã.  VEJA MAIS FOTOS!

24 de janeiro de 2016

ABERTURA DA NOVENA EM ABAÍRA

No domingo, 24 de janeiro, a comunidade paroquial de Nossa Senhora da Saúde de Abaíra iniciou os festejos de sua padroeira. O tema da Festa em 2016 é: “Misericordiosos como o Pai”, dando continuidade ao Projeto do Jubileu Diocesano: “Deus: Pai, Filho e Espírito Santo”; e em consonância com o Ano Extraordinário da Misericórdia, decretado pelo Papa Francisco.
O clima na Igreja matriz, repleta de fiéis, era de alegria e fé. Todos impulsionados pelo exemplo discreto de Maria: Senhora que nos traz a Saúde plena, Cristo Jesus, verbo encarnado do Pai. Confira as fotos.

23 de janeiro de 2016

3º DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO C

LEITURAS:
Ne 8, 2-4ª.5-6.8-10
Sl 18 B (19)
1Cor 12, 12-30
Lc 1,1-4; 4,14-21
      A Palavra de Deus está na centralidade da reflexão litúrgica deste Domingo. Palavra que norteia a vida da comunidade, povo de Deus e corpo de Cristo, dirigida pelo Espírito Santo; Palavra que é Cristo e que se concretiza no mundo pela ação de seus membros, a Igreja. Palavra que enche de esperança os pobres e oprimidos; Palavra fiel, precisa e pura que conforta a alma, ilumina os olhos e alegra o coração.
      Alguns elementos brilhantes e fundamentais quanto à Palavra de Deus nos são oferecidos pelo texto de Neemias (1ª leitura):
1º: Ela é dirigida a todos, sem exceção. A todos deve instigar: “O sacerdote Edras apresentou a lei diante da assembléia de homens, mulheres e de todos que eram capazes de compreender” (cf. Ne 2);
2º: Ocupa lugar especial na vida da comunidade. Merece zelo, boa preparação para ser acolhida, reverência: “Estando num lugar mais alto, ele abriu o livro à vista de todo o povo. E, quando o abriu, todo o povo ficou de pé” (cf. Ne 5);
3º: Deve ser devidamente preparada, celebrada, partilhada e explicada com empenho e clareza pelos seus ministros: “leram clara e distintamente o livro da Lei de Deus e explicaram seu sentido, de maneira que se pudesse compreender a leitura”. (cf. Ne 8)
É eficaz, age, interpela quem se abre à sua ação transformadora, convida à conversão: “todo o povo chorava ao ouvir as palavras da Lei” (cf. Ne 9). O texto se situa no período do regresso dos judeus exilados na Babilônia. Procurava-se reconstruir o culto em Jerusalém, lembrando os israelitas da sua aliança com Deus.
      São Lucas, no Santo Evangelho, relata o início da pregação de Jesus, em Nazaré, apresentando-o como aquele que “abre o livro”. Ele é a plenitude de tudo o que foi dito, o centro das Sagradas Escrituras e o ponto para o qual elas convergem. Na sinagoga, onde o serviço litúrgico consistia em leituras e comentários da lei e dos profetas, Jesus proclama, pelo texto de Isaías, a maneira pela qual, ungido por Deus com o Espírito Santo, concretizará a sua missão messiânica.
      Assim como no Antigo Testamento o profeta apresenta uma mensagem de consolo aos exilados de sua pátria, Jesus apresenta-se Ele mesmo como a consolação de todos quantos estão prisioneiros do desânimo, do medo, do sofrimento. Anuncia a libertação dos pobres e marginalizados, a partir de quem Deus realizará o seu projeto de vida plena.
      O evangelista Lucas quer convencer os fiéis de língua grega da solidez da doutrina na qual foram instruídos. Por isso, ao estilo helénico, faz um prólogo: “após fazer um estudo cuidadoso de tudo o que aconteceu desde o princípio, também eu decidi escrever de modo ordenado para ti, excelentíssimo Teófilo” (cf. Lc 3). Era a década de 80 d. C. As testemunhas oculares de Jesus já haviam desaparecido. O Teófilo, cujo significado etimológico é “aquele que ama a Deus” (e aqui se referindo aos que se tinham aderido a Cristo), devia ter consciência das suas raízes e da busca de sentido dos fatos transmitidos pelos que “viram” Jesus.
      Esta consciência também nós, cristãos de hoje devemos ter para bem exercermos nossa missão de membros do corpo de Cristo. Cada um com seu carisma individual somos chamados a, juntos fazermos resplandecer Cristo no mundo por nossas atitudes e mútua colaboração. Paulo, na segunda leitura (primeira carta aos coríntios), está preocupado porque na Igreja de Corinto, os dons que deviam beneficiar a todos estavam sendo usados em benefício próprio, servindo-se ao individualismo, divisão e desprezo dos que não possuíam dons mais elevados. Isso era e é absolutamente intolerável. Evidentemente não pode ser o testemunho do corpo de Cristo no mundo, pois ele veio justamente, como testemunha no Evangelho, para instaurar a comunhão, a partilha, a valorização e restituição da dignidade dos mais fracos e vulneráveis, dos pobres e últimos, dos que estão à margem.
      Tenhamos, portanto assíduo contato com a Palavra, para por esse meio aprendermos do Filho de Deus os seus sentimentos e manifestá-lo ao mundo na e pela Igreja, comunidade de irmãos que partilham a mesma fé transmitida, na comunhão da diversidade de dons que temos.

Pe. Weverson Almeida 


21 de janeiro de 2016

MATRIMÔNIO 21

Dando continuidade à nossa reflexão sobre a liturgia do Matrimônio, depois do rito da entrega das alianças, encontramos as preces dos fiéis. O Ritual oferece alguns modelos, mas se pode adaptar com outras expressões. Reza-se pelo novo casal, pelos seus pais e parentes, pelos casais presentes à celebração, pelos jovens, para que saibam escolher sua vocação com o Espírito do Senhor, pelos doentes, idosos, os que sofrem, os falecidos das famílias do casal etc. É importante que a oração ‘dos fiéis’ tenha respiro eclesial, e de acordo com o espírito da liturgia da Igreja. Essa oração, quando não segue a celebração eucarística, se conclui com o Pai-nosso.
Em seguida, tem a Bênção nupcial, oração que pertence às mais antigas tradições que, desde os primeiros séculos, marcou a presença da Igreja na celebração do Matrimônio.
Quem preside, convida a assembleia a orar, em silêncio, pelo novo casal que inicia sua vida matrimonial, ‘a fim de que permaneça unido no seu amor’. Durante essa oração, ‘o pai e a mãe dos neo-esposos podem impor as mãos sobre os filhos, em sinal de bênção’. Se for possível, durante a bênção, os esposos se ajoelham.
A bênção nupcial, que começa a se impor desde o século IV, tem raízes no mundo hebraico –como se vê na bênção do livro de Tobias (8,5-8) - e no mundo judeu-cristão. Encontramos numerosos exemplos dessas orações tanto no Ocidente como no Oriente. Todas seguem esse roteiro. Invoca-se o Senhor Deus com alguns títulos; por exemplo, na primeira, que ainda hoje usamos no Rito romano e que pertence aos antigos rituais, diz-se: ‘Ó Deus todo-poderoso, vós criastes todas as coisas e desde o princípio ordenastes o universo; criando o ser humano à vossa imagem, quisestes que a mulher fosse para o homem uma companheira inseparável, de modo a já não serem dois, mas uma só carne’. Outras introduções recordam a bênção divina sobre Adão e Eva ‘que não foi abolida nem pelo castigo do pecado original, nem pela condenação do dilúvio’.
Em seguida, pede-se a Deus que volva ‘o olhar de bondade’ sobre os esposos, e derrame ‘a graça do Espírito Santo, para que, impregnados da vossa caridade, permaneçam fiéis na aliança conjugal’. Orando sobre a esposa, invoca-se que ‘o amor e a paz permaneça no coração dela’ e que ‘busque o exemplo das santas mulheres’ que nas Sagradas Escrituras são apresentadas como modelos. Pede-se que ‘o marido confie nela e a ame com aquele amor que Cristo amou a sua Igreja’. Invoca-se para que os dois ‘permaneçam firmes na fé’, amem os mandamentos do Senhor e sejam sempre fiéis um ao outro, e deem exemplo para todos, ‘verdadeiras testemunhas de Cristo’. A oração termina com o realismo da vida que é passagem: ‘Enfim, após uma vida longa e feliz, alcancem o reino do céu e o convívio dos santos’.
Observemos que essa estrutura de bênção é típica das costumeiras bênçãos que acompanham os vários ritos sacramentais, presentes nos diversos Rituais, e que encontram inspiração nos textos bíblicos do Novo Testamento (ex. Atos 4,24-30; 1Ts 3,12-12; 5,23), como do Antigo (ex. Gn 27,28; 49, 25; Salmo 19/20).

Dom Armando

FESTA EM LOUVOR A SÃO SEBASTIÃO, ABAÍRA

Nesta quarta (20), na paróquia Nossa Senhora da Saúde de Abaíra, os paroquianos se encontraram na Capela de São Sebastião às 19:30 hs,para celebrar com alegria a festa em louvor ao glorioso e Mártir São Sebastião, co-padroeiro da cidade.
A Santa Missa foi presidida pelo Pe. Marcelo de Jesus Pires, e contou com a presença de um grande e fervoroso numero de fiéis e devotos ao santo. No final da missa mesmo com chuva, os devotos percorreram as ruas da cidade fazendo uma bela procissão.

GIRO PELA DIOCESE - ENCONTROS E CELEBRAÇÕES

 C. Poça - D. Basílio

Vejam algumas fotos de Celebrações da crisma, presididas por nosso bispo, Dom Armando, em algumas Paróquias da Diocese.

C. Algodões - D. Basílio
C. Lençóis - D. Basílio







Na Paróquia de São João Batista de Dom Basílio, dia 30/12 – Comunidade de Poça; dia 14/01, Comunidade de Lençóis, concelebradas pelo Pároco, Padre Rinaldo Silva Pereira; e dia 15/01, Comunidade de Algodões.





Na Paróquia do Senhor do Bonfim de Rio do pires, dia 13/01 – Comunidades de Salão e Lagoinha, concelebradas pelo Pároco, Padre Idérico Santana Pinto.
 C. Salão - R. Pires
C. Lagoinhas - R. Pires













Na Comunidade Sede da Paróquia de Nossa Senhora do Bom Sucesso de Ibitiara, dia 10/01, concelebrada pelo Pároco, Padre Nicivaldo de Oliveira Evangelista.
Crismandos  Matriz de Ibitiara
C. Caraíbas - R. Contas



Na Paróquia do Santíssimo Sacramento de Rio de Contas, dia 19/01 – Comunidade de Caraíbas, concelebrada pelo Padre Adailton Cruz de Jesus, Vigário Paroquial.

Vejam, também, fotos da II Semana de Liturgia do Regional NE3, que aconteceu em Feira de Santana, entre os dias 11 e 16 de janeiro. Da nossa Diocese, participaram quatro pessoas: Adilson, Kelly, Samuel e Suélia. O nosso bispo, Dom Armando, esteve presente, como um dos assessores, nos dias 11 e 12. O encontro teve como tema: “Ano Litúrgico: Teologia, Ritualidade e Mística”. 
Participantes da II Semana de Liturgia do  Reg. NE3 - F. de Santana








18 de janeiro de 2016

AGENDA DO BISPO








Mês de JANEIRO de 2016 - II

Horas
Onde
Atividade
18
Manhã
Em casa
Atendimento
19.00
Comunidade Angical - Paramirim
S. Missa
19
Manhã
Em casa
Atendimento
15.00
Comunidade Rocinha – Catedral
Encontro Crismandos
19.00
Comunidade Caraíbas – Rio de Contas 
S. Missa com Crisma
20
Manhã
Em casa e na Cúria
Atendimento
17.00
Paróquia Bom Jesus - Brumado
S. Missa
21
Manhã
Em casa e na Cúria
Atendimento
19.30
Comun. Poça de São João
S. Missa com Crisma
22
Manhã
Em casa
Atendimento
10.00
Capela casa do Bispo
Crisma
19.30
Paróquia Senhor do Bonfim – Rio do Pires
S. Missa na abertura da Novena
23
Dia
Paróquia São João Batista - Contendas
Formação lideranças da Paróquia
21.00
Catedral
Celebração de Casamento
24
Dia
Paróquia Senhor Bom Jesus - Piatã
Encontro com CPP
19.30
Par. Lençóis (Diocese Irecê)
S. Missa na Novena
25
09.00
Par. São Paulo Ap. – Novo Horizonte
S. Missa na festa do Padroeiro
19.30
Comunidade Caraíbas - Paramirim
S. Missa
26
Manhã
Em casa e na Cúria
Atendimento
Tarde
Até 06 de fev.: viajem para a França: visita familiares e, em París, Conferência no Instituto de Liturgia.